Casas em Movimento (Vencedor no Green Project Awards)

  1. De que se trata a Casas em Movimento e que vantagens tem?

A Casas Em Movimento é uma empresa Portuguesa com tecnologia patenteada em 77 países, incluindo os Estados Unidos da América.

Esta tecnologia permite a criação de “edifícios vivos”, através do Efeito Girassol. O efeito girassol é criado através da combinação de dois movimentos: movimento de rotação do próprio edifício, que gira aproximadamente 180° de nascente para poente (por padrão, ao longo do dia), e o movimento de rotação da cobertura fotovoltaica que garante a perpendicularidade em relação à posição do Sol, otimizando assim a produção de energia, enquanto protege ou expõe as janelas (verão / inverno) e, fundamentalmente, cria espaços que se adaptam à rotina de quem os habita.


​​
No que respeita à transformação dos espaços, e tendo como exemplo uma família, é permitido que, de manhã, quando as pessoas têm horários diferentes e pouco tempo para conviver, a cozinha apresente um espaço pequeno e prático, isolado do resto da habitação. À hora do almoço a cozinha encontra-se de frente para o exterior e possibilita, em dias mais agradáveis, utilizar o espaço exterior para uma refeição junto à natureza. Ao final do dia, altura típica de reunião da família, a cozinha funde-se com a sala criando assim condições ótimas para o convívio de todos os elementos da família.
No exterior do edifício os movimentos também são utilizados para criar espaços. O movimento da cobertura fotovoltaica cria um terraço coberto no patamar superior do edifício e, no Verão, o movimento da cobertura cria um alpendre sombreado.

Tal como a Árvore do Conhecimento (nome do troféu), entregue com o Prémio Born From Knowledge, também a tecnologia da Casas Em Movimento teve por base a árvore de folha caduca.
Nas árvores de folha caduca a copa modifica-se com as estações do ano, tal como a cobertura da Casa Em Movimento que tem posições distintas que se adaptam à sazonalidade. Durante o Inverno, a cobertura roda de forma expor as janelas e durante o Verão, protege-as criando sombras, permitindo diminuir os consumos de energia na climatização numa média de 70% (aquecimento e arrefecimento).

A energia produzida pelo demonstrador “Casa Em Movimento Matosinhos”, que inclui toda a tecnologia, é muito superior à energia consumida, sendo que os excedentes permitem alimentar cinco T2. Os excedentes também podem ser utilizados para abastecimento de viaturas elétricas, e por isso, o demonstrador inclui um ponto de carregamento.
Os seus consumos energéticos, por dia, referentes aos movimentos combinados (Efeito Girassol), equivalem ao consumo 6 lâmpadas de 60 Watts ligadas apenas uma hora, em resultado da investigação do INEGI.

No resultado de toda a investigação realizada incluímos também os princípios de construção modular, como se de um Lego se tratasse, permitindo assim que as Estruturas Inteligentes da Casas Em Movimento sejam adicionados ou subtraídos módulos, aumentando ou diminuindo a área total do edifício, seja este de habitação, escritórios, ou seja, para toda a arquitetura, e “viva”, criando valor no seu todo.

  1. Como surgiu a ideia?

“A minha procura gira em torno de uma arquitetura viva, com uma composição plástica integrada e uma diversidade espacial forte”.

A ideia surgiu do sonho de conciliar o espaço de habitação com a envolvente, e puxada pelo Sol, mas fundamentalmente, encontrar uma arquitetura viva que se adapta à rotina de quem a habita (organizando espaços e a sua dimensão), criando uma alternativa à arquitetura existente, em que é quem habita os espaços que tem de se adaptar.
Ao longo do processo fomos identificando outras tecnologias como forma a acrescentar valor, como os painéis fotovoltaicos e IoT.
Os painéis fotovoltaicos foram entendidos como parte integrante da casa, e não como apêndices colocados em cima das telhas ou coberturas, com um traço contemporâneo que desenha o todo, como uma pele que a reveste, protege e a alimenta.
A tecnologia IoT (Internet of Things) que permite também o controlo remoto das nossas Estruturas Inteligentes através interfaces móveis como smartphones e tablets.
A procura inicial tinha como objetivo a aplicação da tecnologia à “Casa (Em Movimento)”, no entanto, verificámos que esta tecnologia era muito mais que isso, e por isso aplicada à Arquitetura Em Movimento (Arch In Motion).
Resultado deste processo evolutivo, foi conseguirmos aplicar a tecnologia Casas Em Movimento / Arch In Motion à solução Smart Kiosk In Motion for the Smart Cities, distinguida no Green Project Awards, na categoria “Cidades e Mobilidade Sustentável”.

  1. Qual a importância deste prémio para a Casas em Movimento?

Pelo prestígio que é inerente ao “Green Project Awards”, este prémio, na categoria “Cidades de Mobilidade Sustentáveis” é uma importante validação do trabalho que tem vindo a ser desenvolvido pela Casas Em Movimento, no âmbito das Smart Cities.
Esta certificação é uma resposta a estas preocupações ambientais, e será o reconhecimento da nossa tecnologia enquanto solução inovadora e eco-friendly.

O Prémio Born From Knowledge, da Agência Nacional da Inovação, entregue nesta edição pela primeira vez e a apenas um dos projetos do total de todos os projetos presentes (mais de setenta) nas várias categorias, significa o reconhecer do nosso percurso, uma vez que também a Casas Em Movimento nasceu do conhecimento, tendo resultado numa tecnologia patenteada em 77 países. Sentimo-nos, por isso, muito honrados com esta especial distinção.

​Segue link de vídeo com entrega do Prémio Born From Knowledge – CLIQUE PARA VER